Zenu dos Santos entrega passaportes e disponibiliza-se em continuar a colaborar com a PGR

0
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O arguido no inquérito a burla de 500 milhões de dólares ao Estado angolano, José Filomeno “Zenu” dos Santos, antigo PCA do Fundo Soberano, procedeu a entregue do seu passaporte a PGR, nesta terça-feira (27), e garantiu que está a colaborar com a PGR de Angola, segundo noticiou o Jornal Público.

O antigo PCA do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno “Zenu” dos Santos, está impedido de sair do país, depois de ter sido constituído arguido num caso que envolve a transferência de 500 milhões de dólares do Banco Nacional de Angola (BNA), para uma sucursal do banco Crédit Suisse no Reino Unido, Zenu dos Santos, é apontado como o pivot de operação fraudulenta que envolve empresa-fantasma, já entregou os seus passaportes às autoridades.

Em comunicado, divulgado nesta terça-feira (27), José Filomeno dos Santos dá conta que se deslocou à Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola, onde assinou o Termo de Identidade e Residência e entregou os passaportes, reiterando que “mantém total disponibilidade de continuar a cooperar com a Procuradoria Geral da República para a resolução plena e satisfatória deste processo, como de resto tem vindo a suceder desde o dia 27 de fevereiro”.

Zenu dá ainda conta, no comunicado, que “depois do interrogatório não lhe foi aplicada, tampouco notificado de nenhuma medida de coação. Volvidos vinte dias desde o interrogatório tomou conhecimento sobre as medidas de coação através da comunicação social ontem, 26 de março”.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.