Yokohama: Japão investe USD 20 mil milhões em África

0
Foto: DR
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O investimento privado japonês no continente africano atingiu, nos últimos três anos, os 20 mil milhões de dólares norte-americanos (USD), anunciou, hoje quarta-feira, o primeiro-ministro nipônico, Shinzu Abe.

Ao discursar na abertura da sétima Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (TICAD7), o chefe do Governo japonês declarou ser desejo do seu país aumentar e promover o investimento em África.

Destacou o financiamento feito em Angola no domínio da telecomunicações, ao viabilizar a aquisição de equipamentos e serviços para instalação do cabo de fibra óptica da Angola Cables, que permite interligar o Atlântico.

Além de Angola, falou também de outros projectos de infra-estruturas que os japoneses estão a apoiar no Uganda e Rwanda.

Em relação ao Rwanda, anunciou que vão desenvolver com aquele país da Região dos Grandes Lagos um satélite de telecomunicações.

Os apoios do Japão para África não se restringem às infra-estruturas, pelo que Shinzu Abe prometeu novos projectos no domínio da educação, para uma verdadeira transformação do ensino secundário e primário.

Os nipónicos também vão formar especialistas na área de energia e em projectos de combate aos efeitos das alterações climáticas.

Na saúde, vão disponibilizar novos financiamento para o fundo global.

Outra área de intervenção em que o Japão pretende actuar é o da paz e estabilidade em África, daí ter prometido trabalhar com a União Africana na prevenção de conflitos no continente.

Também discursaram, na abertura, o secretário-geral da ONU, António Gueterres, e o presidente em exercício da União Africana, Abdel Al Sisi, que destacaram a importância do aumento dos investimentos no continente para o seu desenvolvimento.

O presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faqui, solicitou das autoridades e empresas japonesas soluções inovadoras para o desenvolvimento de África.

Sublinhou que o continente berço está “em movimento”, apesar dos problemas de decorrentes de conflitos e do vírus do Ebola.

Apelou aos homens de negócios nipónicos a satisfazerem as expectativas criadas por altura da Ticad6, investindo massivamente no continente africano.

“O nosso projecto é o calar das armas até 2020”, concluiu.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.