Representante da Boeing elogia TAAG

O representante da Boeing para África e Médio Oriente, João Santos, destacou, nesta quinta-feira (18), as potencialidades do sector da aviação civil angolano e as qualidades da TAAG, distinguida como oitava colocada no ranking africano.

0

O representante da Boeing para África e Médio Oriente, João Santos, destacou, nesta quinta-feira (18), as potencialidades do sector da aviação civil angolano e as qualidades da TAAG, distinguida como oitava colocada no ranking africano.

Falando à margem da Conferência Internacional sobre Aviação Civil, que decorreu durante dois dias em Luanda, João Santos destacou igualmente a operacionalização, no mercado nacional, de companhias de elevada cotação mundial em matéria aeronáutica, e considerou que a TAAG está com boas conexões com a Namíbia, África do Sul (Joanesburgo e Cape Town) e Moçambique, mas poderia operar também para a Zâmbia, Congo, Zimbabwe, Camarões e Gabão para aumentar a cobertura regional.

O director geral da Boeing para a África Subsariana e director comercial de vendas para a África Austral defende  haver necessidade de se substituir a actual frota para fazer face ao crescimento e exigências do sector, a nível internacional, assim como adquirir o mais rápido possível dois novos 737 para o mercado doméstico, que vem registando anualmente maior fluxo migratório.

Na oportunidade, o interlocutor minimizou as avarias registadas, na semana passada, em duas aeronaves da TAAG, como “mera coincidência”, por acontecer em qualquer parte do mundo e nem sempre por falta de manutenção, tratam-se no caso, de um B777-300 da TAAG que, desde dia 12 do presente, está a ser restaurado, em Lisboa, depois de uma das rodas ter incendiado e um Boeing 737-700, forçado a efectuar uma aterragem de emergência, dia 13, em Luanda, na sequência de uma avaria técnica após descolagem.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.