Pessoas com deficiência precisam de mais vagas

0
Foto: DR
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O incumprimento do regulamento sobre a reserva de vagas e os procedimentos para a contratação de pessoas com deficiência, por parte das instituições públicas e privadas tem, nos últimos anos, preocupado o Ministério da Acção Social Família e Promoção da Mulher.

O director nacional para Inclusão das Pessoas com Deficiência, Micael Daniel, disse ontem, em conferência de imprensa, que os resultados não têm sido satisfatórios, pois alegou haver uma tendência muito incipiente no cumprimento ao regulamento sobre a reserva de vagas e procedimentos para a contratação daquela franja da população.

“O número ainda é incipiente para aquilo que se pretende, porque o número de pessoas com deficiência que está fazer a formação superior é maior e precisa de ser inserido no mercado de trabalho. No entanto, há necessidade de se respeitar o regulamento”,disse. 

Daniel Micael, que confirma o incumprimento, informou que se deu início a um processo de monitorização e levantamento para se saber o número de pessoas com deficiência inseridas no mercado formal de trabalho.
O processo de monitorização, disse Daniel Micael, vai ser realizado, quer no sector público quer no privado, referindo que, numa primeira fase, decorre na província de Luanda, concretamente na Zona Económica Especial.

O director nacional para Inclusão das Pessoas com Deficiência disse que do número de empresas monitorizadas, num total de 344, 27 são pessoas com deficiência.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.