Negam habeas corpus a vice-presidente do Equador, detido por caso Odebrecht

0
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A justiça do Equador negou neste domingo o pedido de habeas corpus ao vice-presidente, Jorge Glas, que continuará em prisão preventiva enquanto durarem as investigações sobre seu envolvimento no caso Odebrecht.

O advogado de Glas, Eduardo Franco, disse que recorrerá a uma instância superior para apelar da decisão.

“Vamos apresentar a apelação sobre essa decisão infeliz negando o habeas corpus. O engenheiro Jorge Glas está detido arbitrariamente. Ele nunca teve intenção nem se provou que houve o risco de fuga”, disse Franco à AFP.

Glas, que está atrás das grades desde o dia 2 de outubro e assistiu neste domingo a audiência, é investigado pelo delito de associação ilícita no contexto da trama de subornos milionários entregues pela Odebrecht a funcionários públicos e políticos equatorianos em troca de contratos.

AFP

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.