Ministra da Saúde reinaugura Centro de Reabilitação Física do Bié

0
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

No passado dia 02 de Agosto, a ministra da saúde Sílvia Lutucuta, reinaugurou o Centro de Reabilitação Física da província do Bié.



Centro de Reabilitação Física da província do Bié

A moda africana e em especial angolana a ministra da saúde foi recebida com cânticos e ao som do batuque. Antes da cerimónia prestou-se um minuto de silêncio em memória aos que tombaram em nome da Pátria.

Sílvia Lutucuta, no seu discurso começou por saudar o Sr. Governador da
província, Pereira Alfredo, o Vice-Governador para Área Social, o Sr.
Administrador do Município do Kuito, o Director Provincial da Saúde, sem
esquecer os membros do Centro, corpo técnico e os convidados “Em nome do Ministério da Saúde, começo por expressar a minha profunda satisfação por estar aqui para presidir a cerimónia que marca a reinauguração deste Centro de Reabilitação Física do Bié”, afirmou.


De seguida fez o corte da fita e foi-lhe posta a assistir um vídeo que apresentava as diferentes fases a que a obra teve sujeita, culminando com uma visita ao Centro.

A ministra, falou da importância que o CRF do Bié, representa para algumas
províncias vizinhas, “para o Executivo Angolano, este centro é de extrema
importância considerando a sua localização geográfica central o que faz com o mesmo sirva de referência para as províncias do Cunene, Lundas Norte e Sul, Malange e Cuando Cubango para os pacientes com lesões do aparelho neuro-locomotor com vista a sua reinserção socio-laboral e melhoria do seu bem-estar. É, deste modo, uma unidade importante de uma rede constituída no país por 11 centros, dos quais 9 regionais, um da província de Luanda e 1 de âmbito nacional”, referenciou.

Na procura de melhoria do ambiente laboral e soluções de manutenção e promoção de saúde dos utentes, O Portal Notícia de Angola, conseguiu constatar que o Ministério da Saúde elaborou um projecto de reabilitação e modernização dos Centros de Reabilitação Física, com propósito de melhorar o ambiente laboral, dar soluções de manutenção e promoção de saúde dos utentes, adiado por muitos anos, por insuficiência de recursos financeiros.

“As condições ora criadas, neste centro correspondem aos padrões internacionais para este tipo de serviço e proporcionarão um ambiente laboral e de atendimento humanizado aos utentes e com um maior conforto e permitirão ainda aumentar significativamente a produtividade mensal de 23 próteses reparadas, 25 órteses fabricadas, 30 órteses reparadas, 10 muletas montadas, 10 cadeiras de rodas reparadas para praticamente o dobro de cada uma destas actividades. O mesmo também acontecerá com as sessões de fisioterapia e mecanoterapia”, afirmou.

A titular do Ministério da Saúde, deixou recado a Direção de Centro, aos
profissionais e utentes em geral para que cuidem da melhor maneira os
equipamentos instalados. A ela também lhe coube a responsabilidade de abrir pela primeira vez a porta do novo Centro reabilitado.

Por sua vez Óscar Jamba António Laurindo, responsável do Centro, recém
reinaugurado, frisou que as lesões musculares, os acidentes celebrais, a paralisia facial, as dores lombares e tantas outras, têm sido os casos que os utentes mais apresentam.

Depois uma longa jornada de trabalho na província do Huambo, visita ao Centro de Medicina e Reabilitação Física Dr. António Agostinho Neto, na província do Bié, a abertura da Campanha de Vacinação Contra a Pólio, no município do Chitembo, visita ao Hospital do Chitembo, reinaguração do CRF do Bié, e finalmente a reunião no Governo Provincial do Bié, com a delegação do MINSA e o GP Bié terminou assim a jornada laboral da Ministra Sílvia Lutucuta e o Governador do Bié Pereira Alfredo.

Texto e Fotos: Nambi Wanderley

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.