Migrantes aproveitam calada da noite para entrarem em território nacional

0
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os cidadãos estrangeiros, nomeadamente da RDC, têm aproveitado o período noturno para entrarem ilegalmente no país, dada a elevada extensão da faixa fronteiriça entre os dois países, associado a escassez de meios de controlo e protecção da fronteira.

O facto foi revelado hoje, quinta-feira, em Saurimo, pelo director provincial do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) na Lunda Sul, subcomissário João Ângelo, quando falava à Angop, a propósito da situação migratória nesta parcela do território.

Denunciou que muitos destes cidadãos estrangeiros encontram facilidades e protecção por parte dos angolanos, que arrendam as suas residências sem a observância dos princípios da vigente lei.

Apontou a exploração de diamantes e criação de seitas religiosas para extorquir valores monetários aos cidadãos fragilizados, com falsas promessas alegadamente bíblicas, como principais factores de entrada ilegal de estrangeiros.

Relactivamente às zonas de exploração de diamantes, o responsável informou que as áreas mais afectadas são a de Xá-muquelenge, Cucumbi, Muxinda e Luo.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.