Malária matou mais de 2 mil cidadãos no I trimestre

0
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por: Ivanine Silva

Principal causa de morte no país e no continente africano, a malária, continua a vitimar mortalmente milhares de pessoas em Angola, com o registo crescente no número de casos e mortes, superiores aos registados nos primeiros três meses de 2019.

Só neste ano, no I trimestre, período correspondente de Janeiro à Março, segundo dados do Ministério da Saúde, divulgados pela Rádio Nacional de Angola (RNA), esta semana, foram registados mais de 200 mil casos e mais de 460 óbitos, em relação ao mesmo período do ano transato.

Entre Janeiro e Março deste ano, já foram registados em todo o país, dois milhões 65 e 663 casos, com dois mil e 548 casos terminaram em óbitos. Em igual período do ano de 2019, haviam sido registados um milhão 865 mil e 265 casos, com o registo de dois mil e 81 óbitos.

Comparando os mesmos períodos nos anos de 2019 e 2020, houve um aumento na ordem dos 200 mil e 398 no número casos e 467 no número de mortes, apesar do alarmismo da situação, o Ministério da Saúde garante que a situação não é preocupante.

Para a prevenção contra a doença, as autoridades sanitárias, aconselham aos cidadãos, o uso de mosqueteiros.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.