Fundação Arte e Cultura lança aulas online de percussão

0
Foto: DR
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Redacção NA

Terão início nesta semana, as aulas de Percussão Corporal e de Bateria, da Fundação Arte e Cultura, no quadro do seu projecto “Fundação Arte e Cultura Online”, sob o lema “Fique em casa e proteja a sua vida”.

De acordo com uma nota que o NA teve acesso, as aulas vão decorrer de segunda a sexta-feira, com Gideão Zumba, professor do Centro Cultural, da Fundação. Durante a formação, os alunos terão vários módulos como: A bateria e sua história; Constituição da bateria; Como se sentar na bateria; Como controlar as baquetas; Rudimentos e Ritmos para tocar as primeiras músicas e Bem como demonstrações de várias obras para que possam aprender com facilidade.

Segundo o professor de percussão, Gideão Zumba, para a aula de percussão corporal é fundamental a cordenação motora, que é a capacidade de tocar coisas diferentes com diferentes membros.

Para acompanharem o professor, as crianças e adolescentes e, na realidade, todos os interessados, deverão dispor apenas de dois paus de cerca de 30 cm de comprimento, uma sola de chinelas tipo “havaianas” e um pedaço de tábua onde possa caber a chinela- para as aulas de percussão de bateria- e para a corporal bastará o corpo.

Estas aulas foram concebidas pela Fundação para garantir que as crianças e adolescentes consigam conciliar a brincadeira e o conhecimento artístico, permitindo a interação entre pais e filhos.

O projecto “Fundação Online” foi lançado à 24 de Março de 2020, como forma de dar resposta às limitações impostas pelo Estado de Emergência e à necessidade de proporcionar às famílias, crianças e adolescentes alunos do Centro Cultural da Fundação, razões para ficarem em casa e protegerem as suas vidas da Covid-19 e, manterem o habitual ritmo das aulas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.