Estadista Português elogia modernização do Porto do Lobito na rota da integração

1
Foto: Angop
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Estadista Português, Marcelo Rebelo de Sousa, mostrou-se impressionado hoje sexta-feira, com a modernização do Porto do Lobito, na província de Benguela, dado o seu impacto na integração económica regional de Angola.

Ao trocar impressões com o presidente do Conselho de Administração do Porto do Lobito, sob olhar atento do ministro dos Transportes, Ricardo d’Abreu, o Chefe de Estado português considera “uma mais-valia” a modernização do empreendimento, tendo em vista a integração regional de Angola e, com isso, o crescimento económico.

Durante a visita ao Porto do Lobito, Marcelo Rebelo de Sousa visionou um vídeo sobre o projecto de reabilitação, ampliação e modernização da empresa, num investimento acima de um bilião de dólares, executado de 2008 e 2012, para elevar a capacidade operacional e dar vazão a carga em trânsito.

Segundo o presidente do Conselho de Administração do Porto do Lobito, Agostinho Estêvão Felizardo, que deu explicações complementares, o projecto teve em conta a necessidade de, por um lado, adequar as estruturas e equipamentos portuários às novas exigências do mercado e, por outro, servir o hinterland e impulsionar a reabertura do corredor do Lobito.

Agostinho Estêvão Felizardo apontou que o aumento da capacidade infra-estrutural e de equipamentos é dos principais do Porto do Lobito, o que permitiu a reactivação do Corredor do Lobito, que integra Angola, República Democrática do Congo e Zâmbia, com a retoma das exportações de minérios em 2018.

Desta forma, disse, o Porto do Lobito está dotado de infra-estruturas modernas, como um Terminal de Contentores, o Porto Seco e o Porto Mineiro.

Em carteira está a conclusão do plano de ordenamento do porto, a elaboração de um plano director, evolução de porto de serviço para porto senhorio, além de concessionar as actividades comerciais.

Na ocasião, o ministro dos Transportes, Ricardo d’Abreu, acentuou a ideia de que o Porto do Lobito, associado ao Caminho de Ferro de Benguela (CFB), é estratégico para o desenvolvimento da economia dos países encravados (sem acesso ao mar), possibilitando o escoamento da produção de mineiros através do oceano atlântico de forma mais rápida.

Em 2018, o Porto do Lobito movimentou 20 mil e 573 toneladas de manganésio, quatro mil e 717 toneladas de cobre e duas mil e 929 toneladas de enxofre.

Entre os países de origem dos navios que escalam o Porto do Lobito com mercadorias diversas estão, além de Portugal, Alemanha, França, Espanha, EUA, Holanda, Itália, Malta, Libéria, Panamá, Namíbia, Senegal, Singapura, China, Brasil e Bélgica.

A comitiva portuguesa incluiu os ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, e deputados de PSD, PS, CDS-PP, PCP e Bloco de Esquerda (BE).

A visita de Estado do Presidente português a Angola termina neste sábado (09).

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 Comentário

  1. TENHO MUITAS SAÚDADES DE ANGOLA E DO LOBITO ONDE PASSEI A MAIOR PARTE DO TEMPO,NA
    MARINHA DE GERRA PORTUGUESA E MAIS TARDE NA POLICIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DE ANGOLA
    NESTA ÚLTIMA ERA MOTOCICLISTA DE ACOMPANHAMENTO DE ALTAS ENTIDADES,SÃO MUITAS AS
    SAÚDADES,POIS NASCEU EM 1972 UMA FILHA NO HOSPITAL DO LOBTO.EU GOSTARIA DE FAZER UM UMA VIZITA AO LOBTO BENGUELA,ONDE A MINHA PREMANÊNCIA FOI MAIOR,MAS SERÁ IMPOSSIVEL
    POIS EXISTE FALTA DE SEGURANÇA,É TUDO O QUE TENHO A DIZER,OS MEUS ELOGIOS PARA ANGOLA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.