Angola e INTERPOL reforçam cooperação

0
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Uma delegação angolana, chefiada pelo ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares, encontra-se em Lyon, França, para o reforço das relações de cooperação institucional com a Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL).

Segundo informações oficiais, o governante angolano deslocou-se à França a convite do secretário-geral da Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL), Jurgen Stock, e permanecerá até ao dia 18 do corrente mês.

Desde o dia 14 do corrente mês em Lyon, Ângelo da Veiga Tavares chefia uma delegação composta pelo comandante-geral da Polícia Nacional, por directores gerais do Serviço de Investigação Criminal, do Serviço de Migração e Estrangeiros, entre outros.

A INTERPOL é a Organização Internacional da Polícia Criminal (OIPC – INTERPOL), uma das maiores instituições internacionais do mundo voltada para a assistência recíproca na prevenção e combate ao crime, através da troca de informações, recursos técnicos e promoção de operações policiais.

A organização, chefiada pelo chinês Hongwi Meng, tem 192 Estados-Membros e incentiva acções bilaterais e multilaterais de combate ao crime transnacional, em todas as suas vertentes e dimensões.

Angola foi admitida na organização em 1982, durante a realização da 51ª sessão da Assembleia Geral da INTERPOL, realizada no mês de Outubro, em Torremolinos, Espanha.

Em Angola, a INTERPOL é representada pela Polícia Nacional, por intermédio do Gabinete Nacional da INTERPOL, afecto ao Serviço de Investigação Criminal do Ministério do Interior.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.