Angola e Rússia dinamizam cooperação bilateral

0
Upper Digital Marketing
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A República de Angola e a Federação Russa acordaram implementar os acordos assinados nos últimos anos, conferindo, desse modo, maior dinamismo à cooperação bilateral em todos os domínios, com realce para a formação de quadros.

A informação foi avançada esta quarta-feira, em Luanda, pelo embaixador russo em Angola, Vladimir Tararov, no final do encontro com a Comissão de Relações Exteriores, Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Estrangeiro da Assembleia Nacional.

Disse existir uma base bastante sólida de cooperação bilateral, “quer dizer que agora vamos prestar mais atenção na realização prática das cláusulas ou protocolos já assinados”.

Segundo o diplomata russo, actualmente Angola está mais aberta e preparada para o investimento estrangeiro e, neste contexto, a Rússia vai aproveitar esse bom momento para relançar a cooperação bilateral.

“Ficamos mais fortes economicamente e Angola necessita duma cooperação mais estreita e preparamos as condições para essa cooperação, o que quer dizer que criamos as bases dessa cooperação”, afirmou.

Vladimir Tararov indicou que, só agora foi adoptada em Angola uma base legislativa que dá a possibilidade de uma cooperação mais robusta com outros países, que prevê também um desenvolvimento económico sustentado do país em vários domínios.

O diplomata considera esse pressuposto importante, “porque mudou-se a ordem de investimentos e mudou-se também a ordem de responsabilidade”.

Segundo o diplomata russo, a cooperação bilateral incide, fundamentalmente, em áreas como a indústria, agricultura, formação de quadros, ciência e tecnologia.

Reconheceu, por outro lado, que o volume de negócios entre os dois países ainda não é o mais desejado, augurando que seja aprofundado nos próximos tempos.

Rússia é um parceiro estratégico de Angola

A presidente da 3ª Comissão especializada da Assembleia Nacional, Josefina Perpétua Diakité, ressaltou que a Rússia é um parceiro antigo e estratégico de Angola que sempre esteve com os angolanos em todos os momentos.

“Acabamos de ver a celebração do 23 de Março, Feriado Regional da SADC, com fundamento na batalha do Cuito Cuanavale em que os russos foram um actor bastante preponderante, expressou.

A deputada angolana lembrou, também, que a Rússia apoiou Angola do ponto de vista da educação. Formou muitos quadros e agora aumentou o número de bolsas para Angola.

Precisamos de definir como isso vai acontecer quais são os sectores a considerar, dando prioridade à educação, acrescentou.

A deputada explicou que passaram em revista as acções de cooperação, sobretudo, as perspectivas a definir em relação às visitas que eventualmente irão acontecer nos dois países.

Considerou importantes os dois Estados se dedicarem especial atenção às questões de implementação dos compromissos assumidos.

A Assembleia Nacional assinou, em 2016 um acordo de cooperação com a sua congénere da russa e, até agora, segundo a fonte, o nível de implementação tem sido insignificante.

Importa referir que uma exposição fotográfica russa que lembra os exercícios combativos enfrentados em solidariedade com Angola, de 1961 a 1991, está patente ao público desde hoje (quarta-feira) no museu angolano de História Militar.

As relações privilegiadas existentes entre Angola e a Rússia conheceram o seu ponto alto em 1976, altura em que os dois países assinaram o Tratado de Amizade e Cooperação.

De 1976 até ao presente momento, as relações entre os dois países passaram por diferentes etapas de cooperação, sendo actualmente mais significativas nos sectores da Energia, Geologia e Minas, Ensino Superior, Formação de Quadros, Defesa, Interior, Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Pescas, Transportes, Finanças e Banca.

Estima-se que cerca de mil russos residem em Angola, enquanto pelo menos mil e 500 angolanos vivem na Rússia.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.