Actividade comercial de bens e serviços com “luz verde” na segunda extensão do Estado de Emergência

0
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por: Ivanine Silva

As actividades comerciais de bens e serviços diversos, têm luz verde para regressarem ao activo durante a segunda extensão do Estado de Emergência, que terá o seu início à 26 de Abril, com vista a redinamizar a actividade económica no país.

A informação foi avançada pelo Ministro de Estado e Chefe Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, durante a conferência de imprensa da comissão multissetorial para o combate à covid-19, realizada sexta-feira.

Estabelicimentos de diversos objectos sociais tal como lojas, unidades hoteleiras, estandes automóveis, boutiques, salões de beleza e várias outras, terão o seu funcionamento activo, mas deverão cumprir com as normas estabelecidas pelo novo diploma de Estado de Emergência.

Numa primeira fase de alívio as medidas de confinamento, estas instituições não poderão funcionar em pleno, ou seja, deverão ter apenas 50 por cento dos seus funcionários e observar as medidas de biossegurança e distanciamento recomendadas pelos serviços de saúde.

Por outro lado, os mercados informais continuaram a actuar sem qualquer alteração em relação ao anterior diploma, isto é, das 6 às 13 horas, as terças, quintas e sábados.

Deste modo, e para aliviar os efeitos negativos da covid-19 sobre o sector económico e grande influência no crescimento das taxas de desemprego, o país deverá observar a reabertura do sector comercial, um mês depois de ter sido decretado oficial o Estado de Emergência.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.